a falta que faz

Abri todas as portas e tirei tudo de lá de dentro. Roupas, meias, calçados, perfumes, papéis. Tudo. Resolvi jogar fora tudo que não fazia mais parte de mim. Sabe quando você vai arrumar o seu armário como se fosse arrumar a sua vida? Eu estava precisando por a minha vida em ordem, definitivamente.

Foi aí que eu encontrei uma caixa há muito esquecida num canto do armário. Uma dessas caixinhas onde a gente guarda a vida inteira, sabe? Ela nem era muito grande, mas dentro dela cabia todo amor que eu tinha, todo amor que um dia alguém me deu. Abri. Um monte de papéis, bilhetes, cartões, fotos... de repente a minha cabeça começou a dar um monte de voltas. Senti de novo o que havia sentido tantos anos atrás.
Só não esquece que te amo.
Forget this life, come with me
Don't look back, you're safe now
Unlock your heart, drop your guard
No one's left to stop you
Quanto tempo ainda falta?
I keep dreaming you'll be with me
And you'll never go
Stop breathing if I don't see you anymore

São restinhos daquilo que você sabe que não tem volta e que está superado. Mas esses restinhos também são lembranças  que, embora superadas, sempre te afetam de alguma forma porque são o que sobrou de algo que foi (muito) importante na sua vida.

'Cause you know, you know, you know
That I love you
That I loved you all along
I miss you

Li as cartas e os bilhetes, abri os cartões, olhei as fotos e chorei. Chorei muito. E agora, vendo tudo isso, a única coisa que eu consigo pensar é "Obrigada". Porque eu sei que você sabe o quanto foi importante. Obrigada por encher minha caixinha de lembranças e meu coração de alegria, obrigada por me dar uma coisa tão bonita pra lembrar...

"I have loved you all along
And I forgive you
For been away for far too long"

E eu sei, você sabe a falta que faz...

Postagens mais visitadas deste blog

Eu preciso de...

Pausa pro café

Souvenir