Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2007

Por não estarem distraídos

Imagem
Havia a levíssima embriaguez de andarem juntos, a alegria como quando se sente a garganta um pouco seca e se vê que por admiração se estava de boca entreaberta: eles respiravam de antemão o ar que estava à frente, e ter esta sede era a própria água deles. Andavam por ruas e ruas falando e rindo, falavam e riam para dar matéria e peso à levíssima embriaguez que era a alegria da sede deles. Por causa de carros e pessoas, às vezes eles se tocavam, e ao toque - a sede é a graça, mas as águas são uma beleza de escuras - e ao toque brilhava o brilho da água deles, a boca ficando um pouco mais seca de admiração. Como eles admiravam estarem juntos!Até que tudo se transformou em não. Tudo se transformou em não quando eles quiseram essa mesma alegria deles. Então a grande dança dos erros. O cerimonial das palavras desacertadas. Ele procurava, e não via, ela não via que ele não vira, ela que estava ali, no entanto. No entanto ele que estava ali. Tudo errou, e havia a grande poeira das ruas, e qu…

Nesses dias

Imagem
E nesses dias estive pensando, coisas do passado e futuro, em nada e em tudo, estive apenas pensando. Planejei tanto mas pouco fiz, falei demais e tão pouco agi. Estive eu, sozinha, pensando... Em mim, na vida, apenas pensando. Eu olhei pra janela e nada vi além de cortinas fechadas. Minhas cortinas, meu quarto, meu canto, meu lugar, minha casa, meu eu, minha alma, minha vida, meus sonhos, minha porta. Fechados. Tudo fechado, trancado, impossivel de se abrir. Estive eu, trancada em mim, só em mim. Voltei e vi meus cadernos e poemas... há tanto esquecidos, abandonados em caixas coloridas num canto da estante do quarto. Ai, como estive eu assim. Perdida, pensando. Tão esquecida dos cadernos quanto da vida. Pensando adormeci. Sonhei. Ah! Como sonhei! Sonhei que voava, chorava e vivia. Acordei. Chorei e sorri... pensando. Estive eu, em pensamento voando. Estive eu, me libertando de mim.

E eu que não odeio você...

Imagem
E se eu disser que é quase absurdo pensar como se nada valesse a pena? Acho que ninguém acreditaria, mas pra falar a verdade, quase ninguem acredita em qualquer coisa que eu diga. Versos que de nada valem se eu não tiver o que dizer. Ah! Eu que não amo você, eu que não odeio você, eu que penso em você achando que você não faz diferença, como de fato não faz. Ah! Eu que tanto prezo pela liberdade de criatividade, pelo diferencial da personalidade, em ser/estar fora do senso comum, logo eu? Eu que não tenho razoes definidas, respostas na ponta da lingua, piadinhas engraçadas a dizer. Tenho minhas ideias e ideais, tudo muito meu, única e exclusivamente meu. Tão egoista, egocentrica e mimadinha a ponto de querer e não me importar em ser o centro das atenções.. mas não sou. Quem é você? No fundo é tão egocentrico quanto eu. Finge acreditar que o mundo gira em torno do sol, quando na verdade, no lado mais profundo do seu ser, em suas entranhas, acredita fielmente que o mundo gira em torno de si. Do…