Nesses dias


E nesses dias estive pensando, coisas do passado e futuro, em nada e em tudo, estive apenas pensando.
Planejei tanto mas pouco fiz, falei demais e tão pouco agi. Estive eu, sozinha, pensando... Em mim, na vida, apenas pensando.
Eu olhei pra janela e nada vi além de cortinas fechadas. Minhas cortinas, meu quarto, meu canto, meu lugar, minha casa, meu eu, minha alma, minha vida, meus sonhos, minha porta. Fechados. Tudo fechado, trancado, impossivel de se abrir. Estive eu, trancada em mim, só em mim.
Voltei e vi meus cadernos e poemas... há tanto esquecidos, abandonados em caixas coloridas num canto da estante do quarto. Ai, como estive eu assim. Perdida, pensando. Tão esquecida dos cadernos quanto da vida.
Pensando adormeci. Sonhei. Ah! Como sonhei! Sonhei que voava, chorava e vivia. Acordei. Chorei e sorri... pensando. Estive eu, em pensamento voando. Estive eu, me libertando de mim.

Postagens mais visitadas deste blog

Eu preciso de...

Souvenir

Sobre o amor libertário