Pois é...

E se eu te contar que hoje sonhei com você? É, mesmo depois de ter esquecido a história toda e não sentir mais nada, e não gostar mais de nada, depois das coisas se perderem...

Eu fiquei me perguntando se esse sonho não veio pra eu não esquecer que você me fez bem. Porque eu fui me esquecendo do que eu gostava em você, fui me esquecendo do porque daquilo tudo começar, esqueci de como acabou: primeiro fui perdendo os detalhes e  depois, quando me dei conta, eu nem sabia mais quem você era, descobri que não te conhecia mais...

Hoje eu sonhei com você e, apesar de não lembrar de muita coisa, sei que o que meu sonho nunca aconteceu. A sensação que eu tive foi que "bom, poderia ter sido assim...". Você já sentiu isso?

Sinto falta de alguém pra gostar, sinto falta de sentir falta de alguém. Acho que matei as borboletas que voavam no meu estômago quando eu te via. É, parece que pra esquecer de tudo, matei todas elas... 

DEUS! Eu só queria entender por que não lembrar dessas coisas tão bobas me incomoda tanto! Gostar de alguém, depois não gostar mais, ter aquela vontade de abraçar a pessoa que você não lembra direito quem é e quem foi pra você só pra tentar sentir  que as borboletas ainda estão vivas. E tudo isso por causa de um sonho! Não faz sentido!

Pensei em te contar, mas depois achei que não valia a pena. Você também não sabe mais quem eu sou, não me conhece mais (ou finge muito bem). Mas e se você sonhasse comigo? Ia me contar? Ou sente que já não vale a pena tentar lembrar de tudo?

Postagens mais visitadas deste blog

Eu preciso de...

Pausa pro café

Sobre o amor libertário