Neve

Eu sinto frio. Sinto como se tivesse dormido na grama numa noite de inverno, como se o orvalho tivesse pousado sobre meu corpo. Sou um boneco de neve, uma garota de gelo.
EI! Tem alguém aí?
Só minha própria voz ecoando pelos cantos, provando que estou sozinha e não vai adiantar ser forte agora.
Se eu gritar, alguém vai ouvir?
Estou vendo tudo se repetir, e eu não posso fazer nada. Estou de mãos atadas, mais uma vez.



outubro de 2008

Postagens mais visitadas deste blog

Eu preciso de...

Pausa pro café

Sobre o amor libertário