Pular para o conteúdo principal

Aquela caixa

Peguei aquela caixa, esquecida no canto da prateleira desde que você foi embora, e abri. Lá estavam todas as lembranças que eu tinha de você... Aquela era a única caixa que eu ainda mantinha fechada. Mas hoje, ah, hoje foi diferente.

O fato é que hoje nenhum daqueles bilhetes me afetou, por mais estranho que pareça. É, e por alguns instantes eu até esqueci o porque de tê-los guardado por tanto tempo.

Hoje foi um dia diferente. Hoje eu acordei sem saber quem você era, acordei sem saber porque guardo bilhetes seus.

O quê? Não entendeu ainda? Bom, o que eu estou tentando dizer é que você não precisa mais se preocupar com as suas coisas que eu guardava. Mandei de volta. Tudo. Agora vou procurar outros bilhetes que não os seus...

Sim, é isso mesmo! A caixa está vazia de novo, coração. Não era isso que você queria ouvir?