Pular para o conteúdo principal

Estou doente

Estou doente. Sinto calafrios, arritmia e falta de ar. Estou doente, muito doente. Só não sei se essa é uma doença somente física. Tenho sonhos estranhos, pensamentos confusos, e acho que ando distraída demais. É, acho que estou meio fora do meu juízo perfeito.

Estou doente, muito doente, de uma doença sem uma cura aparente, e eu, sinceramente, ando pensando seriamente, acho que nem quero me curar. Não tem mais volta, estou muito doente.

O meu medo agora, é o de ser hipocondríaca, ou maluca, talvez. De achar que estou adoecendo, quando, na verdade, estou muito sadia, muito sã. Tenho mais medo ainda de estar adoecendo sozinha. Não, eu não quero me curar, mas também não quero adoecer sem ninguém a meu lado, e sofrer sozinha. Sim, tenho medo que os meus sintomas sejam só meus.

Estou muito doente, mas tenho medo de falar o que sinto e depois ter de encontrar uma cura pra essa minha doença. Doença terrível que faz o ar me faltar, me faltar também o chão, a vista escurecer, e meu coração bater tão rápido que às vezes parece que vai sair do meu peito e saltar pela boca. Mas eu já disse! Não quero encontrar uma cura! Eu não quero me curar! Na verdade, eu queria que a pessoa que me fez ficar tão doente como estou, adoecesse por minha causa também. Queria que essa doença fosse contagiosa, mas só para uma pessoa.

É, estou sendo egoísta, eu sei. E, como ainda sou a única enferma da história, vou esperando o tempo passar. Esperando enquanto essa doença toma conta de cada célula do meu corpo e agrava todos os meus sintomas, até que eu não possa mais esconder, nem fugir. Até que certo alguém fique doente como eu, ou me mande procurar a cura pra isso. Mas não, eu não queria ter de me curar.