Hoje


Hoje acordei com vontade de dormir. Hoje saí das cobertas sem querer me levantar. Hoje passei o dia sem te ver sorrir. Hoje deu saudade e eu quis te procurar.
Hoje eu fui à aula e o caderno não abri. Hoje é terça-feira, e quinta ainda demora. Hoje eu não sei o que deu em mim. Hoje quero saber o que está fazendo agora.
Não sei que bicho me mordeu. Não sei se é bicho, e não sei se morde. Hoje é um dia diferente, mas não sei o que aconteceu. A culpa deve ser sua. Sua, só pode.
Hoje eu passei o dia olhando em vitrines, olhando corações e coisas que não fazem meu tipo. Hoje eu andei na rua rindo sozinha, coisa que eu não faço, não assim, sem motivo.
Hoje eu disse que te amo três, quatro, cinco vezes seguidas. Hoje tô separando letras de canções. Hoje to falando coisas "fofuxinhas", tô fazendo declarações.
Hoje to me tranformando em algo que eu não era. Hoje eu passei na praça e senti a sua falta. Hoje meu dia tinha cara de primavera. Tô com saudade, e isso me mata.
Hoje eu quis te ver. Hoje quis estar contigo. Hoje quis o que você ama fazer. E a culpa é sua! Sinto falta disso.
Mentira é que me encomoda, porque no fundo eu amo. Vem de você, e por sua culpa, eu amo.
Acho que sou mesmo uma romantica incuravel. Me sinto boba, e a culpa é sua, você tem que admitir.
Hoje eu me dei conta que te amo mais. Hoje eu to aqui escrevendo porque não podia dormir pensando sem falar. Se eu ficar assim pra sempre, você que vai ter que aguentar.
Porque a culpa é sua! A culpa é sempre sua! Não tente me contrariar.
Eu te amo, e já disse tantas vezes que um dia você não vai mais acreditar.
Hoje eu tô falando rimado, isso tá sendo um fracasso, não sou boa com isso.
Não sei que bicho me mordeu, só sei que mordeu, e a culpa é sua. A culpa é toda sua. ♥

Postagens mais visitadas deste blog

Eu preciso de...

Pausa pro café

Sobre o amor libertário