Reticências

Não consigo organizar as palavras num texto nem as idéias e pensamentos na cabeça e tudo vai rodando e rodando e lá fora as pessoas andando na calçada enquanto eu olho pela janela do ônibus e tudo vai ficando pra trás queria que alguém entendesse a bagunça aqui dentro e por isso não uso vírgulas nem pontos mas parece que isso não faz nenhum sentido pra ninguém além de mim e tudo que eu achei que sentia e na verdade não sinto queria gostar e brincar que minha vida é uma montanha-russa quando na verdade não é e eu não sei se eu gostava da possibilidade de gostar ou do gosto do cheiro que eu vou sentir falta mesmo sabendo que a falta que vou sentir não é falta de sentir mas falta de achar que sente e as coisas todas que eu não consigo explicar e não consigo dizer que não e sempre aceito e aceito sempre porque no fundo concordo com tudo que é dito não por mim mas por alguém que me lê como se eu fosse um monte de palavras soltas e consegue montar as frases que eu mesma não consigo ah e como eu tenho medo de tudo isso e acho que por me ler como nem eu sei acabei achando que sentia um quando na verdade sentia outro e que eu só consegui ver depois de me distanciar e concordar com um fim que não existia porque não existiu começo porque tudo parecia bagunçado demais até colocarmos um PONTO.


Tem coisas que só conseguimos compreender depois que colocamos um ponto final. 

Postagens mais visitadas deste blog

Eu preciso de...

Souvenir

Sobre o amor libertário