Pular para o conteúdo principal

Até uva passa

A vida é engraçada. Às vezes você anda, anda, anda, e nunca sai do lugar. Acha que encontrou novos horizontes, que vai escrever novas histórias, descobrir novos amores, enfrentar novos desafios, e de repente, não mais que de repente, você se dá conta que o fim da estrada é o ponto de partida.

Mas isso passa, "tudo passa, até uva passa". Nada dura pra sempre. Você só precisa de força e esperança pra seguir em frente, pra não nadar e morrer na praia, pra não se afogar em um mar de angústias e frustrações.

Eu sei, tudo vai passar, mas não consigo deixar a impaciência e as expectativas de lado. Será que vai dar certo mesmo? Queria tanto que fosse diferente... Mas nada dura pra sempre. Nem as esperas, nem a sensação de vazio no peito, nem os sentimentos mais maravilhosos do mundo. Tudo acaba um dia. Tudo passa.

A angústia se faz maior quando você vê que as pessoas ao seu redor andam em linha reta enquanto você dá voltas e voltas, em círculos e ciclos intermináveis. Mas não é algo com que você deva se preocupar, não é mesmo? Pode demorar um pouco (ou muito), mas um dia você encontra o seu caminho. Porque o mais importante não é quando você chega, mas pra onde você vai.

Depois de fazer várias caminhadas e sempre voltar ao ponto inicial, passei a ver a vida de uma forma diferente, encarando cada volta ao início como uma oportunidade de recomeçar, e não como um fracasso por não ter chegado ao fim.

É isso que faz a vida ficar mais bonita: saber encarar os desafios e dificuldades sem baixar a cabeça, sabendo que tudo vai dar certo, e que tudo na vida passa, até uva passa.




08 de abril de 2009.